Lula dispensa Dilma: "você não será minha ministra"

Por Léo Brasil 10/05/2022 - 21:17 hs
Foto: Internet

“Dilma, você não será minha ministra, mas será minha companheira de todas as horas. As pessoas precisam aprender o que é uma relação de verdadeiro companheirismo.”



Ao ser anunciada no ato político no estado pelo qual não foi eleita senadora em 2018, Dilma foi chamada de “guerreira do povo brasileiro”.


No mês passado, Lula negou a possibilidade de colocar a ex-presidente Dilma Rousseff em um cargo no governo. Em entrevista à rádio Rede T, do Paraná, o ex-presidente afirmou que não se sentira à vontade para “mandar” em outro ex-presidente.


“A Dilma pode ajudar de forma extraordinária porque ela tem uma experiência extraordinária. Agora, eu não me sinto à vontade de mandar na Dilma, de dar bronca na Dilma, de obrigar ela a fazer alguma coisa”, afirmou o pré-candidato.